• Você está em »

17 de julho de 2012

Qual o Papel da Família

Conquanto seja o lar a escola por excelência […] [os pais]

jamais deverão descuidar-se de aproximá-los dos

serviços da evangelização, em cujas abençoadas

atividades se propiciará a formação

espiritual da criança

e do jovem diante do porvir.

Bezerra de Menezes1

A família assume relevante função no processo evolutivo dos Espíritos reencarnantes. A maternidade e a paternidade constituem verdadeiras missões, visto que “Deus colocou o filho sob a tutela dos pais, a fim de que estes o dirijam pela senda do bem” (O Livro dos Espíritos, questão 582). Os pais e familiares representam, nesse sentido, evangelizadores por excelência, assumindo séria tarefa educativa junto às crianças e aos jovens que compõem seu núcleo familiar:

[…] inteirai-vos dos vossos deveres e ponde todo o vosso amor em aproximar de Deus essa alma; tal a missão que vos está confiada e cuja recompensa recebereis, se fielmente a cumprirdes. Os vossos cuidados e a educação que lhe dareis auxiliarão o seu aperfeiçoamento e o seu bem-estar futuro. Lembrai-vos de que a cada pai e a cada mãe perguntará Deus: Que fizestes do filho confiado à vossa guarda?” (Santo Agostinho, O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 14, it. 9).

Tendo em vista a relevante orientação, os núcleos familiares devem promover um ambiente doméstico afetuoso, coerente e evangelizador, de modo a favorecer o desenvolvimento moral dos filhos e a orientá-los para o caminho do bem. A reunião de Evangelho no Lar representa especial momento de estudo em família, convivência e aprendizagem, e os grupos e reuniões de pais oferecidos pelas Instituições Espíritas podem auxiliá-los a melhor compreenderem a sublime oportunidade da maternidade e da paternidade. Portanto, “que os pais enviem seus filhos às escolas de evangelização, interessando-se pelo aprendizado evangélico da prole, indagando, dialogando, motivando, acompanhando…” (Guillon Ribeiro2).

1Bezerra de Menezes (Mensagem recebida pelo médium Júlio Cezar Grandi Ribeiro, em sessão pública no dia 2/8/1982, na Casa Espírita Cristã, em Vila Velha, Espírito Santo. Fonte: Apostila Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização Espírita Infantojuvenil, FEB)

3 Responses to “Qual o Papel da Família”

  1. Rebecca Spinelli disse:

    Boa tarde! Sou espírita há alguns anos e meu marido está agora iniciando o estudo da doutrina. Temos um filho de 4 anos – João – e sinto certa dificuldade na evangelização dele. Não sei se pelo fato de não ter tido formação religiosa, mas eu não sei como fazer para iniciar sua evangelização. Falo de Deus, de Jesus e do anjo da guarda. Faço com ele orações antes de dormir, mas não sei o que fazer além disso. Gostaria de ajuda.
    Grata e muita paz a todos =)

    • Ismael disse:

      Cara Rebecca,

      Desculpe a demora em responder. A Doutrina espírita é baseada nos ensinamentos dos espíritos e na prática da caridade, seguindo o exemplo do Mestre Jesus. O Movimento Espírita é formado por esse grupo de pessoas que desejam promover o bem e estudar juntas. Cada estado brasileiro concentra a organização do movimento em Federações Estaduais. recomendamos que você procure a Federação Espírita do seu estado e solicite apoio local.

      Estamos vivendo um momento muito especial na história humana. Nossos desafios sociais indicam, de formas cada vez mais clara, que caminhos como os da concórdia, da fraternidade e da caridade são os roteiros mais seguros para o nosso progresso. O futuro será mais ou menos bem-aventurado dependendo da quantidade de amor que empregamos em nossas vidas e quanto mais distribuímos amor mais felizes nos tornamos. Parece que as ideias do Mestre Jesus fazem cada vez mais sentido em nossas vidas.

      Sigamos firmes no espírito de formar mentes para reconhecer o amor como o elemento primordial do universo, que nada é tão grande ou tão forte e que nosso destino é dedicar nossas vidas para a propagação dessa força da natureza.

      Um 2013 de muita paz e progresso para você e sua família.

    • Cristiana Carvalho disse:

      Olá Rebecca, achei uito interessante a sua preocupação com o direcionamento religioso de seu filho.Eu te aconselharia a frequentar uma casa espírita, e claro, levar ele a evangelização infantil, além dele enriquecer seus conhecimentos sorbe os ensinamentos do mestre Jesus, também estará se relacionando com outras crianças, e desenvolvendo melhor o apredizado. Fora que você poderá estar no mesmo momento se envolvendo em outra tarefa na mesma casa, e até aprticipando da reunião de pais, dividindo assim suas dúvidas e angústias.Fora isso lhe aconselharia a fazer o culto no lar.Leve livros infantis espíritas, e desenvolva o assunto com ele.VocÊ sentirá a diferença.

Deixe uma resposta

Evangelização Espírita





Redes sociais