Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  • Você está em »

21 de julho de 2012

Evangelização Espírita para Crianças e Jovens

Quem é o Evangelizando?

O evangelizando é um ser espiritual, criado por Deus e que participa dos dois planos da vida: do físico e do espiritual.
Nesse processo de autoaperfeiçoamento, o educando se transforma e transforma a realidade que o circunda.

 

Como foco do processo educativo, deve ser visto de forma integral, ao mesmo tempo que integrado com seu grupo social e com a Natureza, da qual faz parte.

 

Quem é a Criança?

[…] a criança e o jovem evangelizados agora são, indubitavelmente, aqueles cidadãos do mundo, conscientes e alertados, conduzidos para construir, por seus esforços próprios, os verdadeiros caminhos da felicidade na Terra.

Guillon Ribeiro 1

 

A criança é um Espírito reencarnado, dotado de habilidades desenvolvidas ao longo de suasmúltiplas existências, bem como de necessidades em fase de aperfeiçoamento.

 

A Evangelização no período da infância representa ação relevante e imperiosa, capaz de contribuir com o processo de aprimoramento da criança, considerando-se que:

 

– Encarnando, com o objetivo de se aperfeiçoar, o Espírito, durante esse período, é mais acessível às impressões que recebe, capazes de lhe auxiliarem o adiantamento, para o que devem contribuir os incumbidos de educá-lo (O Livro dos Espíritos, questão 383); e que

–  […] o Espírito da criança pode ser muito antigo e que traz, renascendo para a vida corporal, as imperfeições de que se não tenha despojado em suas precedentes existências (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 8, it. 3).

 

 

Considerando a criança como ser histórico — herdeiro de experiências pretéritas — e eterno, em constante processo de aprimoramento, o tempo presente mostra-se favorável ao correto investimento na alma infantil, fortalecendo-a para a jornada reencarnatória e apontando roteiros seguros pautados na vivência do amor. Nesse sentido, Amélia Rodrigues 2 alerta-nos que evangelizar é trazer Cristo de volta ao solo infantil como bênção de alta magnitude, convidando a todos para uma ação condizente e coerente com a mensagem cristã.

 

 

Quem é o Jovem?

A criança é sementeira que aguarda, o jovem é campo fecundado, o adulto é seara em produção. Conforme a qualidade da semente, teremos a colheita.

Amélia Rodrigues 3

 

O jovem é um Espírito em fase de desenvolvimento, definições e escolhas. A juventude é um período propício à reflexão acerca da vida e ao alinhamento dos objetivos reencarnatórios, mediante os contextos e as possibilidades que se apresentam, convidando o jovem ao exercício do autoconhecimento, da reforma íntima e ao cultivo de atitudes responsáveis por meio do seu livre-arbítrio e do reconhecimento da Lei de Causa e Efeito. Identifica-se, nesse momento, o benéfico efeito do estudo e da vivência da mensagem cristã desde a fase da infância, cujo conhecimento fortalece as almas infantojuvenis para a adequada tomada de decisões e para a escolha de caminhos saudáveis e coadunados aos ensinamentos espíritas.

 

A ação orientadora da Evangelização é destacada por Guillon Ribeiro², ao afirmar que “sua ação preventiva evitará derrocadas no erro, novos desastres morais”; e por Francisco Thiesen 4, ao expor que:

 

Dignificados pelo conhecimento e vivência dos postulados espíritas-cristãos que aprenderam na Infância e na Juventude, enfrentam melhor os desafios que os surpreendem, ricos de esperança e de paz, sem se permitirem afligir ou derrapar nas valas do desequilíbrio, da agressividade, da delinquência.

 

Afeto, criatividade, movimento, idealismo, arte e informação são alguns dos muitos elementos que permeiam o mundo jovem e que, associados ao conhecimento espírita e à vivência dos ensinamentos cristãos, contribuem para a formação de verdadeiras pessoas de bem.

 

 

Quem é o Evangelizador

Abençoados os lidadores da orientação espírita, entregando-se afanosos e de boa vontade ao plantio da boa semente!

Guillon Ribeiro1

 

Considerando-se que o coração infantojuvenil é abençoado solo onde se deve albergar a sementeira de vida eterna (Vianna de Carvalho), a evangelização espírita apresenta-se como verdadeiro campo de semeadura e o evangelizador como responsável semeador.

 

Sua ação deve ser pautada nos princípios da fraternidade, do afeto e da fidelidade doutrinária, de modo a oportunizar às crianças e aos jovens momentos de aprendizado e de convívio com vistas ao conhecimento espírita e à vivência dos ensinamentos de Jesus.

 

Sensibilidade, coerência, empatia, responsabilidade, conhecimento, alegria e zelo são algumas das características dos evangelizadores, que buscam a construção de espaços interativos de aprendizado e de confraternização junto aos evangelizandos.

 

Para tanto, o evangelizador deve valer-se da adequada e contínua preparação pedagógica e doutrinária, para que

 

[…] não se estiolem sementes promissoras ante o solo propício, pela inadequação de métodos e técnicas de ensino, pela insipiência de conteúdos, pela ineficácia de um planejamento inoportuno e inadequado. Todo trabalho rende mais em mãos realmente habilitadas.” (Guillon Ribeiro 1).

 

Mediante a relevância da ação evangelizadora, Bezerra de Menezes2 sintetiza o caminho a ser trilhado, afirmando que “com Jesus nos empreendimentos do Amor e com Kardec na força da Verdade, teremos toda orientação aos nossos passos, todo equilíbrio à nossa conduta”, e convida a todos para abraçarem, com empenho e afinco, a tarefa de evangelização junto às almas infantojuvenis, “com a mesma ansiedade e presteza com que o agricultor cedo acorda para o arroteamento do solo, preparando a sementeira de suas esperanças para abundantes messes da colheita  pretendida”.

 

Referências:
1 – Guillon Ribeiro (Página recebida em 1963, durante o 1o Curso de Preparação de Evangelizadores — CIPE, realizado pela Federação Espírita do Estado do Espírito Santo, pelo médium Júlio Cezar Grandi Ribeiro. Fonte: Apostila Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização Espírita Infantojuvenil, FEB)

 

2 – Amélia Rodrigues (Mensagem Evangelização: Desafio de Urgência, Divaldo Franco. Terapêutica de Emergência. Ed. LEAL. Salvador: BA, 1983, p. 21 a 25. Fonte: Apostila “Evangelização Espírita Espírito-Juvenil: o que é?, FEB)

 

3 – Amélia Rodrigues (Mensagem Evangelização: Desafio de Urgência, Divaldo Franco. Terapêutica de Emergência. Ed. LEAL. Salvador: BA, 1983, p. 21 a 25. Fonte: Apostila “Evangelização Espírita Espírito-Juvenil: o que é?, FEB)

 

4 – Guillon Ribeiro (Página recebida em 1963, durante o 1o Curso de Preparação de Evangelizadores — CIPE, realizado pela Federação Espírita do Estado do Espírito Santo, pelo médium Júlio Cezar Grandi Ribeiro. Fonte: Apostila Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização Espírita Infantojuvenil, FEB)

 

5 – Francisco Thiesen (em espírito) (Entrevista realizada através da psicografia de Divaldo Pereira Franco, 1996. Fonte: Apostila “Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização Espírita Infantojuvenil, FEB)

 

6 – Bezerra de Menezes (Mensagem recebida pelo médium Júlio Cezar Grandi Ribeiro, em sessão pública no dia 2/8/1982, na Casa Espírita Cristã, em Vila Velha, Espírito Santo. Fonte: Apostila Opinião dos Espíritos sobre a Evangelização Espírita Infantojuvenil, FEB)

 

19 Responses to “Evangelização Espírita para Crianças e Jovens”

  1. Mirian disse:

    Parabéns pelo site! Estou adorando navegar. Está leve, com bastante informações e fácil de interagir. ajudará – e muito – nossas atividades de evangelização infanto-juvenil.

  2. Luciana disse:

    muito legal, parabéns pelo trabalho.

  3. Silvana Sena disse:

    Texto maravilhoso e muito esclarecedor! Muito nos ajudará. Parabéns pelo lindo trabalho de vocês!

  4. Wirla Risany disse:

    Era tudo o que precisávamos para chegar mais longe ao coração de cada Evangelizador desse nosso Brasil! Uma grande motivação! Parabéns ao DIJ/FEB. Indubitavelmente, uma feliz iniciativa! Abraço a todos

  5. Adriana ("Centro educativo integral - Camino a la Casita", La Plata, Argentina) disse:

    Felicitaciones! El sitio es excelente, tiene buena dinámica y valiosa información.

  6. Sandra de Souza Sabença disse:

    Por que só colocam Bancos de Aulas da Infância? Não é Infância e Juventude? Sinto falta desse apoio. Parece-me que apenas o setor de Infância tem importância.

    • Ismael disse:

      Cara Sandra,

      Estamos trabalhando para ampliar a disponibilidade de material. Como há muito material ainda encontrado somente em meio físico o trabalho de digitalização demora um pouco mais. Publicaremos as aulas de juventude assim que estiverem todas digitalizadas.

      Agradecemos a compreensão.

      Equipe DIJ FEB

  7. Sueli disse:

    Gostei muito do novo site, e também aguardo com ansiedade as apostilas para a juventude.

  8. Rosa Santini disse:

    PARABÉNS À FEB POR TODO ESSE TRABALHO GRANDIOSO.
    QUE O MESTRE AMIGO ABENÇÕE A TODOS VOCÊS.
    FICOU ÓTIMO ACESSAR O MATERIAL.
    ABRAÇOS
    ROSA SANTINI

  9. Rosa Santini disse:

    À equipe DIJ FEB
    Amigos, no portal antigo da FEB, havia disponibilidade para baixarmos da Coleção 03, banco de aulas para a pré-juventude, I e II ciclo juventude, o material já estava digitalizado, as aulas são ótimas, por que não disponibilizá-las neste espaço?
    Grata,
    Rosa Santini

  10. Karla Borges disse:

    A Feb está de parabéns!!! O site está lindo e eficiente, contribuindo para a divulgação da doutrina e nos ajudando enquanto evangelizadores…
    Continuem assim.

  11. Helena parra disse:

    Parabens pelas publicaçôes! Me sinto extremamente agradecida por ter encontrado seu site!

  12. Rachel O. de Freitas disse:

    Parabéns pelo site! Será, com certeza, uma valiosa ferramenta de apoio para evangelizadores de todo o Brasil. O site está leve e fácil de navegar, mantenham sempre assim. Obrigada.

  13. Stella disse:

    Adorei o material mas esta coleção eu já tenho.
    Preciso de outra coleção 3, 2 ou 1.
    Já temos estas coleções disponíveis?

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.



Pesquisar

Navegar

Cadastre seu email

Banco de Aulas

Material de Apoio

Redes sociais

Vídeo