Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

  • Você está em »

5 de setembro de 2013

Reformador – Edição de Setembro 2013

2013_Setembro_Mensagem

Que Deus abençoe a juventude!

Os jovens são as primeiras luzes do amanhecer do futuro.

Cuidar de preservá-los para os graves compromissos que lhes estão destinados constitui o inadiável desafio da educação.

Criar-se condições apropriadas para o seu desenvolvimento intelecto-moral e espiritual é o dever da geração moderna, de modo que venham a dispor dos recursos valiosos ao desempenho dos deveres para os quais renasceram.

Os jovens de hoje são, portanto, a sociedade de amanhã, e esta, evidentemente, se apresentará portadora dos tesouros que lhes sejam propiciados desde hoje para a vitória desses nautas do porvir.

Numa sociedade permissiva e utilitarista como esta, vigoram os convites para a luxúria, o consumismo e a excentricidade irresponsáveis.

Enquanto as esquinas do prazer multiplicam-se em toda parte, a austeridade moral banaliza-se a soldo das situações e circunstâncias reprocháveis que lhes são oferecidas como objetivos a alcançar.

À medida que a promiscuidade torna-se a palavra de ordem, os corpos jovens, ávidos de prazer, afogam-se no pântano do gozo diante do qual ainda não dispõem das resistências morais e do discernimento emocional.

Os apelos a que se encontram expostos desgastam-nos antes do amadurecimento psicológico para os enfrentamentos, dando lugar, primeiro, à contaminação morbosa para a larga consumpção da existência desperdiçada.

Todo jovem anseia por um lugar ao Sol, a fim de alcançar o que supõe ser a felicidade.

Informados equivocadamente sobre o que é ser feliz, ora por castrações religiosas, familiares, sociológicas, ora liberados excessivamente, não sabem eleger o comportamento que pode proporcionar a plenitude, derrapando em procedimentos infelizes.

Na fase juvenil, o organismo explode de energia que deverá ser canalizada para o estudo, as disciplinas morais, os exercícios de equilíbrio, a fim de que se lhe transforme em vigor capaz de resistir a todas as vicissitudes do processo evolutivo.

Não é fácil manter-se jovem e saudável num grupo social pervertido e sem sentido ou objetivo dignificante.

Não desistam os jovens de reivindicar os seus direitos de cidadania, de clamar pela justiça social, de insistir pelos recursos que lhes são destinados pela vida.

Direcionando o pensamento para a harmonia, embora os desastres de vário porte que acontecem continuamente, os jovens devem trabalhar pela preservação da paz, pelo apoio aos fracos e oprimidos, esfaimados e enfermos, pelas crianças e mulheres, idosos, párias e excluídos dos círculos da hipocrisia, sendo este um programa desafiador que aguarda ação vigorosa.

Buscar a autenticidade e o sentido da existência é parte fundamental do seu compromisso de desenvolvimento ético.

A juventude orgânica do ser humano, embora seja a mais longa do reino animal, é de breve curso, porquanto logo se esboçam as características de adulto quando os efeitos já se apresentam.

É verdade que este é o mundo de angústias que as gerações passadas, estruturadas em guerras e privilégios para uns em detrimento de outros, quando o idealismo ancestral cedeu lugar ao niilismo aniquilador e a força do poder predominava, edificaram como os ideais de vida para a humanidade.

É hora de refazer e recompor.

O tempo urge no relógio da evolução humana.

Escrevendo a Timóteo, seu discípulo amado, o apóstolo Paulo exortava-o a ser sóbrio em todas as coisas, a suportar os sofrimentos, a fazer a obra de um evangelista, a desempenhar bem o seu ministério.1

Juventude formosa e sonhadora!

Tudo quanto contemples em forma de corrupção, degradação e miséria, é a herança maléfica da insensatez e da crueldade.

Necessário que pares na correria alucinada pelos tóxicos da ilusão e reflexiones, pois que estes são os teus dias de preparação, a fim de que não repitas, mais tarde, tudo quanto agora censuras ou te permites em fuga emocional, evitando o enfrentamento indispensável ao triunfo pessoal.

O alvorecer borda de cores a noite sombria na qual se homiziam o crime e a sordidez.

Faze luz desde agora, não te comprometendo com o mal, não te asfixiando nos vapores que embriagam os sentidos e vilipendiam o ser.

És o amanhecer!

Indispensável clarear todas as sombras com a soberana luz do amor e caminhar com segurança na direção do dia pleno.

Não te permitas corromper pelos astutos triunfadores de um dia. Eles já foram jovens e enfermaram muito cedo, enquanto desfrutas do conhecimento saudável da vida condigna.

Apontando o caminho a um jovem rico, que o interrogou como conseguir o Reino dos céus, Jesus respondeu com firmeza: “Vende tudo o que tens, dá-o aos pobres, e terás um tesouro nos céus, depois vem e segue-me”,2 iniciando o esforço agora.

Não há alternativa a seguir.

Vende ao amor as tuas forças e segue o Mestre incomparável hoje, porque amanhã, possivelmente, será tarde demais.

Hoje é o teu dia.

Avança!

Joanna de Ângelis

(Página psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, na sessão mediúnica da noite de 22 de julho de 2013, no Centro Espírita Caminho da Redenção, em Salvador, Bahia, quando o Papa Francisco chegou ao Brasil para iniciar a 28a Jornada Mundial da Juventude.)

1II TIMÓTEO, 4:5. (Nota da Autora espiritual.)

2MATEUS, 19:21. (Nota da Autora espiritual.)

Clique aqui para fazer o download deste material.

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.



Pesquisar

Navegar

Cadastre seu email

Banco de Aulas

Material de Apoio

Redes sociais

Vídeo